O advogado José Luiz de Britto afirmou que sua namorada, Kezia Stefany, morta no domingo, 17, em um apartamento no Rio Vermelho, afirmou em depoimento que a jovem era usuária de drogas, entre elas maconha e cocaína, e a defendia em um processo por posse de drogas.

Durante depoimento nesta terça-feira, 20, ele sustentou que o tiro foi acidental e não intencional. Segundo o relato divulgado pelo portal G1, José Luiz afirmou que Kezia, na quinta-feira, 14, três dias antes do crime, estava comemorando o aniversário dele.

No dia seguinte, segundo informou em relato, Kezia pediu que ele comprasse uma porção de cocaína, mas ele recusou. Ela teria pedido dinheiro para efetuar a compra, mas ele também não disponibilizou. Segundo o relato, Kezia usava drogas diariamente.

No dia do crime, ambos foram a um show onde Kezia, segundo José Luiz, teria feito uso de drogas. Após o evento, o casal foi a um bar no bairro de Brotas e na volta para casa iniciaram as discussões.

Ele alega ainda que a jovem quebrou seu aparelho celular e o agrediu com uma tesoura, o que lhe causou um ferimento no braço direito. A jovem também teria quebrado o notebook do advogado e pego uma faca para lhe agredir. Neste momento, o advogado garante que pediu para terminar o relacionamento e Kezia deixou o apartamento já sangrando.

Ele alega que foi tomar banho e viu que Kezia retornou ao imóvel. Segundo o advogado, Kezia estava alterada, gritava bastante e ocorreram trocas de xingamentos entre o casal.

Em meio à discussão, Kezia teria pego a arma do advogado, uma pistola 9mm que estava em um cofre eletrônico. De acordo com José Luiz, Kesia não sabia a combinação mas como a bateria do aparelho havia terminado, o cofre estava aberto. Kesia então teria pego a arma, apontado para o depoente e ameaçado disparar. Ele afirmou que pediu para ela parar e tentou desarmá-la, quando o disparo aconteceu.

O advogado alega que ficou desnorteado e que a jovem sangrava pela boca. Ele teria ido à portaria pedir ajuda e o porteiro, segundo o suspeito, não o socorreu. Ele levou a vitima para o Hospital Geral do Estado, mas a jovem já chegou morta.

José Luiz afirmou ainda que a jovem apresentava constantes surtos e costumava ser violenta e o agredir. Até o momento não foi emitido laudo policial para comprovar presença de drogas no corpo da jovem.,

O caso

De acordo com a Polícia Civil, Kezia Stefany da Silva Ribeiro, 21 anos, foi assassinada pelo seu namorado, o advogado criminalista José Luiz Meira, com quem se relacionava há dois anos. O suspeito foi preso em flagrante.

Informações da Polícia Militar apontam que, ao chegar ao local dos disparos, os agentes da 12ª Companhia Independente (Rio Vermelho) foram informados de que o advogado teria levado Kezia para o Hospital Geral do Estado (HGE). Na unidade de saúde, foi constatado o óbito da jovem.

O advogado foi encontrado em um apartamento, no Edifício Residenziale Da Vinci, no bairro da Pituba. O suspeito foi preso por uma guarnição da Polícia Militar e autuado em flagrante pelo crime de feminicídio no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Kezia foi sepultada na manhã da última segunda-feira, 18, em Feira de Santana, cidade em que ela morava. Amigos e familiares estiveram presentes na cerimônia.

José Luiz Meira segue detido preventivamente no Serviço de Polícia Interestadual (Polinter), em Salvador, enquanto aguarda definição sobre o seu destino. O advogado teve prisão preventiva convertida em prisão domiciliar após pedido da seccional baiana da OAB, já que a Bahia "não dispõe de sala de estado maior", prerrogativa para profissionais da área. A PM ofereceu uma sala do Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas, para custodiar o advogado.

Fonte: Atarde

Homem é atingido por golpes de faca e de martelo no centro

Eunápolis: Um homem sofreu uma tentativa de homicídio, no meio da madrugada desta quinta-feira (02), na área de um restaurante no início da

Envolvida em homicídios é presa durante ações do DHPP

Policiais da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico) realizam a Operação Passagem Livre, nesta quinta-feira (2), para prender envolvidos com

Um dos suspeitos de atirar em turista italiano morre em ação da PM

Porto Seguro: Um dos suspeitos de participar do assalto que resultou em um turista italiano baleado, morreu na tarde de terça-feira (30), durante

Italiano de 29 anos é baleado durante assalto a hospedaria

Porto Seguro: O assalto a um imóvel onde funciona uma hospedaria e um estúdio de pilates resultou em uma pessoa ferida, na manhã desta

Pix Saque e Pix Troco estão disponíveis a partir desta

A partir desta segunda-feira (29) passam a valer duas novas modalidades do Pix: Saque e Troco. Os usuários poderão fazer saques em locais como

Dois jovens são baleados em Alcobaça e socorridos ao hospital

Alcobaça: A Polícia Militar de Alcobaça foi informada, por volta das 21h30 deste sábado, 27 de novembro, que dois criminosos em uma motocicleta

Cobertura do Mineirão desaba após forte temporal em Eunápolis

Eunápolis: O temporal forte – e rápido – que atingiu a cidade de Eunápolis no início da noite deste sábado (27) causou grandes estragos,

Traficantes fogem com a chegada da polícia e abandonam droga em

Eunápolis: Policiais militares da Rondesp apreenderam mais de dois quilos de droga, em uma casa abandonada no bairro Itapuã, em Eunápolis. As

Homem é preso 48 horas depois de tentar matar ex-namorada

Curaçá: Suspeito de efetuar disparos contra a ex-namorada e o atual companheiro dela, um homem foi preso, na noite de quarta-feira (24), por

Autor de série de furtos é preso após câmeras flagrarem os crimes

Eunápolis: Um homem que é suspeito de pelo menos cinco furtos a comércios e residências em Eunápolis foi preso pela Polícia Civil nesta

Nossos Apoiadores: