O mercado de compra e venda de coisas usadas vem crescendo nos últimos anos, seja porque o orçamento está mais apertado para todo mundo ou pela cultura do reaproveitamento.

Já é comum vermos roupas, calçados e acessórios sendo vendidos em brechós, porém existe um tipo de intercâmbio de usados que vem se popularizando: o brechó de móveis.

Às vezes você tem aquela mobília estilosíssima juntando poeira aí na sua casa e mal sabe que talvez ela possa te render um dinheirinho extra, quem sabe não há alguém procurando o que você tem parado?

Então criamos um guia com 10 dicas para ajudar quem tem alguns móveis dando sopa em casa e está pensando em começar o seu próprio brechó de móveis para faturar uma grana:

1.   O que e para quem? 

Existem diferentes perfis de pessoas que vão atrás de móveis usados. Seja por acreditarem que nada se perde e tudo se transforma, ou por razões orçamentárias, é importante saber para quem você quer vender, pois isso define qual será seu produto.

2.   Esteja bem informado! 

Observe que as tendências para mobília mudam de acordo com a época e isso vem ocorrendo cada vez mais rápido, ainda mais pensando nos lançamentos de catálogos das grandes marcas. Veja as cores, os jogos e busque adequar seu inventário a isso.

3.   Nada se perde, tudo se transforma!

Muitos móveis estão prontos para uma segunda chance, só precisam de uma revitalizada! Sempre fique de olho, principalmente em mobília de madeira maciça, pois estas podem ser renovadas e vendidas por um bom preço (só cuidado com os cupins)! 

4.   As metades da laranja

Quem precisa mobiliar uma firma vai buscar por algo específico, como uma mesa ou cadeira de escritório usada, por exemplo, e aí que um brechó de móveis voltado para um nicho pode se destacar, então defina e trabalhe o seu.5.   Nem o gps acha!

Se tiver um local físico, garanta que seu ponto esteja bem localizado, ou ao menos que a divulgação no bairro e nas redes seja bem feita, pois não adianta nada procurar, limpar e revitalizar móveis para vender, só para deixá-los juntar poeira de novo no seu estoque.

6.   Quem não é visto, não é lembrado!


Se a pessoa estiver buscando móveis para sua casa ou escritório, vai ter uma visualização utilizando aquilo no dia a dia, então é vital que suas peças estejam com boas fotos e uma exposição bem pensada, pois só assim pode atrair compradores.

7.   Não é a casa da Mãe Joana!

Ninguém gosta de bagunça e caso sua loja, física ou online, esteja uma zona, com certeza isso vai espantar os clientes! As pessoas precisam ver tudo arrumado, lindo e bem exposto, pois só assim se verão nesses móveis.

8.   Na ponta do lápis


Se for vender um armário, pesquise na internet e entenda qual é a média de preços! Não existe um tabelamento, mas sim um certo consenso de valor e tire sua métrica daí. Não esqueça de incluir suas despesas com reformas.

9.   Servir bem para servir sempre!

Existe uma famosa frase dita por Michael LeBoeuf: “Um cliente satisfeito é a melhor estratégia de negócios”. Esse conceito se aplica em peso nos brechós de mobília, pois quem comprou um móvel com você e gostou do atendimento, comprará móveis para a casa toda!

10. Capital inicial, mas não a banda!


Talvez você não tenha um estoque diversificado no começo, ou veja algumas oportunidades que não se concretizam por falta de caixa, então confira: de acordo com o Sebrae, o investimento inicial para esse tipo de negócio de R$ 30 mil. Grande parte vai para a compra de produtos para o estoque.

Um brechó de móveis é o tipo de loja que te levará experiências únicas, como o deleite de ajudar alguém a montar o espaço mais íntimo de sua vida: seu lar.

Então vá fundo nessas dicas e aproveite para começar sua própria vida ao melhor estilo Trato feito.

Nanismo: pais e educadores promovem abordagem sobre o tema para

Estimativa é que de cada 15 mil nascidos vivos, um bebê nasce com algum dos 400 tipos de nanismo Inclusão social é, numa tradução livre,

Enem 2021: gabaritos oficiais serão divulgados nesta quarta; diz

Prazo para solicitar a reaplicação do exame segue até 03 de dezembro Tão aguardados pelos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio

Cursos gratuitos de introdução à Programação são oferecidos

Inscritos poderão acompanhar os conteúdos ministrados no Youtube   A Escola de Programação Trybe está disponibilizando 15 mil vagas

Mudança de carreira e aumento de renda motivaram busca por cursos

Comportamento foi observado entre os "millenials” A maioria dos interessados em cursos on-line buscou esse tipo de formação a distância e de

Plataforma de educação disponibiliza cursos gratuitos para

Há opções de cursos de Inglês, Francês, Espanhol, Italiano e Alemão Para contribuir com o desenvolvimento pessoal e profissional de cidadãos

Com a temporada de descontos e promoções, brasileiros estão

Seja qual for a necessidade, há quem aguarde com expectativa pela Black Friday para realizar o seu sonho  Muito comum nos Estados Unidos e

Enem 2021: veja recomendação de nutricionista para ter energia

Ter uma alimentação balanceada durante a semana e no dia da prova é fundamental  Em momentos de ansiedade e nervosismo como o Exame Nacional do

Enem 2021: prova de redação será aplicada no domingo; confira

Nesta edição, tema para versões impressa e digital será o mesmo Os mais de três milhões de estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino

Enem 2021:  ansiedade pré-prova é normal, mas é importante saber

Foco pode ser severamente prejudicado com a ansiedade; psicóloga explica O exame mais aguardado pelos vestibulandos, o Exame Nacional do Ensino

Enem 2021: confira o passo a passo para saber onde fará a prova

Diferentes opções, inclusive sem senha, são disponibilizadas pelo Inep para conferir local As provas da edição 2021 do Exame Nacional do Ensino

Nossos Apoiadores: