Decisão de troca foi tomada após reunido do vice-presidente com embaixadores de Alemanha e Noruega, principais doadores do órgão

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta quinta-feira (28) que vai substituir o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, como presidente do Comitê Orientador do Fundo Amazônia, após ter se reunido com os embaixadores de Alemanha e Noruega em busca de reativar o programa de financiamento de ações para proteção da floresta.

O anúncio foi feito após Salles ter sido duramente criticado por organizações de defesa do meio ambiente por declaração feita em reunião ministerial de abril, cujo vídeo foi divulgado na semana passada, afirmando que o governo deveria aproveitar "momento de tranquilidade", com a atenção da imprensa concentrada na pandemia da covid-19, para "ir passando a boiada" em termos de mudanças na legislação ambiental.

Mourão informou, em um publicação no Twitter, que será o próximo presidente do comitê orientador, por iniciativa do Ministério do Meio Ambiente, com vistas a integrar as ações do colegiado às do Conselho Nacional da Amazônia Legal, o qual também preside.

O vice-presidente não informou na postagem como será recriado o Comitê Orientador do Fundo Amazônia.

Mais cedo, Mourão se reuniu com os embaixadores da Alemanha e da Noruega e com o presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Gustavo Montezano. O BNDES é responsável por administrar os recursos.

"Apresentei aos embaixadores da Alemanha e Noruega e ao presidente do BNDES a proposta de reativação do Fundo da Amazônia, convidando os primeiros a conhecer no terreno a Operação Verde Brasil 2 e transmitindo a esses governos a política do Estado brasileiro para a Amazônia", afirmou também no Twitter.

A Operação Verde Brasil 2 foi deflagrada este mês pelo governo federal para combater o desmatamento e o garimpo ilegal na Amazônia, com a presença de militares e servidores de órgãos do governo, sob a coordenação de Mourão.

A ação ocorre após o desmatamento na Amazônia brasileira ter aumentado 55% nos primeiros quatro meses do ano em relação ao ano anterior, segundo dados preliminares do governo.

Fonte: Reuters

Programa Teixeira Asfaltada é ampliado como mais 93 ruas

Teixeira de Freitas: Em funcionamento desde 2017, o Programa Teixeira Asfaltada avança, alcançado mais ruas e atendendo ainda mais famílias. O

Petrobras anuncia reajuste de 5% para a gasolina nas refinarias

Novo valor entra em vigor nesta quarta-feira A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (7), reajuste médio de 5% no preço do litro da gasolina

Cinco funcionários da Câmara de Itamaraju testam positivo para

Itamaraju: O presidente da Câmara Municipal de Itamaraju, vereador Adriano Pinaffo (PSD) resolveu nesta terça-feira, dia 7 de julho, interditar

Venda de refinarias: Ministérios defendem, após Congresso pedir

Pastas da Economia e de Minas e Energia emitiram nota A privatização de refinarias da Petrobras encontra aval em decisões recentes do Supremo

Afastamento de Ricardo Salles do Ministério do Meio Ambiente é

O Ministério Público Federal (MPF) pediu, na tarde desta segunda-feira, 6, o afastamento, em caráter de urgência, do ministro do Meio Ambiente,

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger a Amazônia

O Ministério do Meio Ambiente criou nesta sexta-feira (3) o Programa Floresta+ para valorizar quem preserva e cuida da floresta nativa do país. O

INSS prorroga antecipação do BPC e auxílio-doença até outubro

Medida visa evitar aglomerações nas agências durante a pandemia O governo federal publicou um decreto autorizando o Instituto Nacional do

Novo Decreto endurece normas de higienização e flexibiliza

Teixeira de Freitas: O Governo Municipal de Teixeira de Freitas publicou, nesta quinta-feira, (02) o Decreto nº 595/2020 com medidas de

Aeroporto de Teixeira de Freitas voltará a ter voos comerciais

Teixeira de Freitas: A nova previsão é que na primeira semana de Setembro, o Aeroporto de Teixeira de Freitas voltará a operar voos comerciais

Adiamento das eleições municipais para novembro é aprovado

PEC deve ser promulgada amanhã em sessão do Congresso A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (1º), em dois turnos, a Proposta de

Nossos Apoiadores: