O Senado recorreu ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1)da decisão da Justiça Federal de Brasília que bloqueou o dinheiro do Fundo Eleitoral e do Fundo Partidário, colocando a verba à disposição do governo federal para o combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Na liminar (decisão provisória), concedida ontem (7), o juiz Itagiba Catta Preta, da 4ª Vara Federal Cível de Brasília, determinou que as verbas sejam utilizadas “em favor de campanhas para o combate à pandemia de coronavírus” ou para “amenizar suas consequências econômicas”. A aplicação do dinheiro fica a critério do presidente Jair Bolsonaro, de acordo com o magistrado.

No recurso, a Advocacia do Senado alega que a destinação do fundo eleitoral “está sendo discutida no Congresso Nacional pelos representantes eleitos pelo povo” e que a imediata utilização dos recursos sem prévia autorização legislativa ameaça a segurança jurídica.

A União também pediu a derrubada da liminar, alegando que a primeira instância da Justiça Federal não tem competência para decidir sobre a execução orçamentária federal, tendo violado de forma “brutal” o princípio de separação dos poderes, “colocando em risco a normalidade institucional do país”, diz o recurso protocolado pela Advocacia-Geral da União (AGU).

Os pedidos para derrubar a liminar devem ser analisados pela presidência do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). O valor previsto para o financiamento das campanhas nas eleições municipais de outubro é R$ 2 bilhões. O fundo partidário, que é repassado mensalmente para custeio das legendas, corresponde a um total de R$ 959 milhões, pelo orçamento deste ano.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também deve se debruçar sobre a questão em breve. Nesta semana, o ministro Luiz Felipe Salomão, relator da uma consulta do partido Novo para destinar sua parcela do fundo partidário para o combate ao covid-19,  levou o questionamento para exame do plenário “com a devida urgência”.

Fonte: Atarde

Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para empréstimos

Em vigor desde abril para parte dos trabalhadores que aderiram à modalidade, o saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

Nova parcela do vale-alimentação estudantil será paga dia 8 de

Mais uma vez, os 800 mil alunos da rede estadual de ensino vão ter direito ao auxílio de R$ 55 do vale-alimentação. O governador Rui Costa fez

Vereador Adriano Souza e moradores comemoram um ano do Chafariz

Teixeira de Freitas: Inaugurado no dia 28 de maio de 2019, o Chafariz comunitário do Bairro Santa Rita é fruto da proposição legislativa do

Mourão assume comitê do Fundo Amazônia no lugar de Salles

Decisão de troca foi tomada após reunido do vice-presidente com embaixadores de Alemanha e Noruega, principais doadores do órgão O

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela

Novo valor está em discussão no governo O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (28) que o governo deve propor uma quarta parcela

Câmara dos Deputados aprova 'Lei Aldir Blanc' para setor cultural

O projeto de Lei de Emergência Cultural prevê R$ 3,6 bilhões da União para estados, municípios e Distrito Federal Foi aprovada pela Câmara

Auxílio: Governo pode reavaliar cadastros para liberar a 2º parcela

Alguns trabalhadores reclamam que ainda não receberam a segunda parcela dos R$ 600 porque estão em reanálise cadastral A Caixa Econômica

Decreto Municipal: Entenda o novo horário de funcionamento do

Teixeira de Freitas: Por conta do avanço do novo Coronavírus em Teixeira de Freitas, com 71 casos confirmados até esta terça-feira, 25 de maio,

Começará a valer restrição à entrada de brasileiros nos EUA

Decreto assinado no domingo por Trump previa início da medida na sexta-feira, mas governo americano antecipou a data Os Estados Unidos

Brasil alcança marca de 10 mil adoções de crianças em 5 anos

Levantamento mostra que 5.026 crianças estão aptas para adoção O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou hoje (25) que o Brasil atingiu a

Nossos Apoiadores: