Valor do seguro para carros fica em R$ 5,21 e, para motos, em R$ 12,25

O  presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, voltou atrás e acolheu pedido do governo para extinguir sua própria liminar que suspendeu a resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) que reduziu os valores do seguro obrigatório Dpvat (sigla de Danos Pessoais por Veículos Automotores de Vias Terrestres).

Motocicletas

O preço do seguro para motocicletas caiu para R$ 12,25. Para automóveis, passou para R$ 5,21 - Arquivo/Agência Brasil

“Exerço o juízo de retratação e reconsidero a decisão liminar anteriormente proferida nesses autos”, escreveu Toffoli na Tutela Provisória na Reclamação 38.736.

O pedido foi feito pela pela Advocacia-Geral da União (AGU), sob o argumento de que “não era razoável a alegação da Seguradora Líder — consórcio de empresas que administra o seguro obrigatório — de que a redução dos valores torna o Dpvat economicamente inviável”.

Segundo nota da AGU, a seguradora que pediu a liminar “omitiu a informação de que há disponível no fundo administrado pelo consórcio, atualmente, o valor total de R$ 8,9 bilhões, razão pela qual, mesmo que o excedente fosse extinto de imediato, ainda haveria recursos suficientes para cobrir as obrigações do Seguro Dpvat”.

A AGU também informou ao presidente do STF que, no orçamento aprovado pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) para as despesas do consórcio de seguradoras do Dpvat para o ano de 2020, houve supressão de R$ 20,3 milhões.

A nova decisão do STF tem efeito imediato, e o calendário de pagamento do Dpvat tem início nesta quinta-feira (9).

Com a reconsideração do ministro Toffoli, o preço pago pelo seguro cai. “O valor do seguro passa a ser de R$ 5,21 para carros de passeio e táxis e R$ 12,25 para motos, o que representa uma redução de 68% e 86%, respectivamente, em relação a 2019”, de acordo com a AGU.

Fonte: Agência Brasil

Eunápolis: Novo decreto libera bares, boates e música ao vivo

Eunápolis: Com índices de contaminação por coronavírus e ocupação de leitos hospitalares em queda, a Prefeitura de Eunápolis vem

Câmara aprova auxílio emergencial para trabalhadores do esporte

O projeto de lei prevê o crédito de três parcelas no valor de R$ 600 e segue para sanção presidencial A Câmara dos Deputados aprovou, nesta

INSS vai aumentar capacidade de atendimento da Central 135

Atendimento pelo canal aumentará 30% O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informa que contratará mais uma central de atendimento para

Caixa paga R$ 2,6 bilhões de auxílio a 4 milhões de beneficiários

A medida vale para as pessoas nascidas em agosto, referente ao Ciclo 2 A Caixa realiza hoje (23) o pagamento de R$ 2,6 bilhões do auxílio

Funcionários dos Correios acatam decisão da Justiça e decretam fim

Os sindicatos que representam os funcionários dos Correios decidiram acatar a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e determinaram o fim

Ex-prefeito de Mucuri será acionado por suspeita de fraudes de R$ 1

Mucuri: O Ministério Público o Estado (MP-BA) deve abrir inquérito contra o ex-prefeito de Mucuri, Paulo Alexandre Matos Griffo, após o

Vereador Arnaldinho confirma em vídeo que não será candidato a

Teixeira de Freitas: O vereador Arnaldinho (PDT), publicou um vídeo recentemente nas suas redes sociais, confirmando a sua não candidatura ao

MP que recria o Ministério das Comunicações é aprovado

Texto será analisado pelos senadores A Câmara dos Deputados aprovou nesta segunda-feira (21) a Medida Provisória 980/20, que recria o

Fim da greve nos Correios é determinada pelo TST

Trabalhadores devem retornar ao trabalho amanhã O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu determinar o fim da greve dos funcionários dos

Barroso defende trabalho da imprensa no combate à desinformação

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, disse que o país e o mundo nunca precisaram tanto da imprensa

Nossos Apoiadores: