Depois de perder para a Alemanha em sua estreia no Mundial Feminino de Handebol, a seleção brasileira empatou em 19 a 19 com a atual campeã França, em duelo disputado na madrugada deste domingo, em Kumamoto, no Japão.

O próximo compromisso do Brasil será contra a Coreia do Sul, que venceu justamente a França em sua estreia. A partida está marcada para madrugada desta terça, às 3h (de Brasília), e é decisiva para a Seleção Brasileira se manter com chances de classificação à próxima fase. As outras equipes do Grupo B são Dinamarca e Austrália.

As brasileiras alternaram bons e maus momentos na partida. No primeiro tempo, estiveram à frente do placar no começo, mas não conseguiram sustentar a vantagem por muito tempo e viram as adversárias fecharem a etapa inicial com três gols de vantagem (10 a 7).

O Brasil, campeão em 2013, na Sérvia, em uma final histórica diante das donas da casa, conseguiu encaixar seu jogo no começo do segundo tempo e, liderado pela meia direita Bruna de Paula, autora de três gols e eleita a melhor da partida, buscou o empate.

O confronto seguiu equilibrado e as brasileiras passaram à frente no placar (15 a 14) com um gol da goleira Renata, aproveitando que a meta rival estava vazia. As francesas pressionaram e deixaram o jogo empatado. No final, o 19 a 19 refletiu o que foi o duelo.

"Fizemos um jogo muito equilibrado, a equipe iniciou bem concentrada e a defesa pegou confiança e segurança. Ficamos abaixo no placar no primeiro tempo, mas penso que foi por alguns erros que cometemos em arremessos. No segundo tempo conseguimos igualar o placar e até passar, mas falhamos em alguns chutes e, nos últimos momentos, a França ficou à frente no marcador. Mas a equipe manteve a confiança e a calma para conseguir um empate, que acredito ser importante porque retomamos o espírito que esta equipe pode ter", avaliou o técnico Jorge Dueñas.

Fonte; Estadão conteúdo

Porto Seguro divulga regras para reabertura de academias

A prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, assinou, na tarde de sexta-feira (29), o decreto 10.823/20, que mantém, até 14 de junho, a

Homens X mulheres: Lista mostra diferença de pagamentos no esporte

Osaka e Serena são as únicas mulheres entre 100 atletas mais bem pagos Apenas duas mulheres estão no privilegiado grupo dos 100 atletas mais

Governo autoriza treinos presenciais dos times a partir de segunda

Mesmo sendo o Estado nordestino com mais casos de Covid-19, com 37.821 casos e 2.733 mortes confirmadas, de acordo com a Secretaria de Saúde do

Força mental pode contar a favor do judô brasileiro na Olimpíada

Técnica da seleção masculina elogiou atitude de atletas na pandemia No comando da seleção brasileira masculina de judô desde 2018, a sensei

Conor Mcgregor aceita 'super luta' proposta por Anderson Silva

Uma das maiores lendas do MMA, o brasileiro Anderson Silva poderá realizar uma das lutas mais inesperadas da história. Apontado como o maior

Covid-19: grupo McLaren planeja demitir 1.200 funcionários

Desligamento atingirá cerca de 25% do total de trabalhadores Doze dias após perder o piloto de Fórmula 1 Carlos Sainz para a Ferrari que o

Basquete: Fiba propõe ações para retomada das ligas nacionais

Para federação, testes e orientações devem ser prioridades Uma série de orientações a serem seguidas para a retomada das ligas nacionais de

Vôlei: Fofão é eleita 3ª melhor estrangeira da Champions League

Ex-jogadora brasileira conquistou ouro olímpico Campeã nos Jogos de Pequim (2008) e bronze nos de Atlanta (1996) e Sydney (2000), a levantadora

Ex-técnico de Bahia e Vitória, Vadão morre aos 63 anos

Treinador lutava contra um câncer no fígado Técnico com passagens por Bahia, Vitória e seleção brasileira feminina, Oswaldo Fumeiro Alvarez,

Presidente do UFC planeja eventos em misteriosa 'Ilha da Luta'

Dana White diz que vai levar octógono para 'praia', em junho e julho Sem uma data prevista para liberação de eventos esportivos em Las Vegas,

Nossos Apoiadores: